FGTS: posso usar para pagar dívidas?

Em 1967, o Governo Federal criou o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, para proteger o trabalhador que era demitido sem justa causa e formar um recurso de capital para ajudar os empregados.

O Fundo benefícia quais trabalhadores?

  • Trabalhadores regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho, conhecida como CLT, que é um decreto legislativo que estabelece regras de trabalho no Brasil;
  • Trabalhadores rurais;
  • Trabalhadores temporários;
  • Trabalhadores autônomos;
  • Atletas profissionais;
  • Empregados domésticos.

É bom lembrar:  Um funcionário designado para se tornar o diretor de uma empresa tem seu contrato de trabalho suspenso, porque ele não pode ocupar a posição de um empregado e um empregador ao mesmo tempo. O trabalhador é considerado diretor não empregado. Para garantir os direitos dos trabalhadores, ele ainda estará sujeito legalmente à empresa.

Como é coletado o FGTS?
O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é recolhido numa conta aberta na Caixa Econômica Federal (CEF), em nome do trabalhador.  A soma de todas essas contas é composta por uma única conta usada pelo governo para financiar serviços de esgoto e obras de infraestrutura.

Em 2008, o FGTS começou ampliar seu domínio para outros segmentos de infraestrutura, como a construção de ferrovias, portos, hidrovias e rodovias.

O fundo não é usado apenas para fins governamentais, mas também para financiar aquisições de propriedades beneficiando cidadãos brasileiros, especialmente aqueles com menor renda.

Qual o valor do depósito?
O empregador ou tomador de serviços, faz o depósito na conta do trabalhador.O valor será o correspondente a 8% (oito por cento) do salário bruto pago ao trabalhador. Para os contratos de trabalho firmados nos termos da lei nº 11.180/05 (Contrato de Aprendizagem), o percentual é reduzido para 2%. No caso de trabalhador doméstico, o recolhimento é correspondente a 11,2 %, sendo 8% a título de depósito mensal e 3,2% a título de antecipação do recolhimento rescisório. É importante ressaltar que o FGTS não é descontado do salário, pois é uma obrigação do empregador.

Posso usar o FGTS para pagar dívidas?
Não, o trabalhador não pode sacar o FGTS para pagar dívidas. Veja os casos em que o saque do FGTS é permitido:
O trabalhador pode sacar os recursos do FGTS em momentos especiais, como:

  • Demissão sem justa causa, com direito a saque de 100% do FGTS mais 40% sobre o saldo;
  • Demissão por comum acordo, com direito a saque de 80% do FGTS mais 20% sobre o saldo;
  • Fim do contrato de trabalho por período determinado;
  • Aposentadoria;
  • Casos de doenças graves;
  • Construção de imóveis, aquisição de imóveis, liquidação ou amortização de uma dívida relacionada a contratos de hipoteca;
  • Inatividade do FGTS por 3 anos ou mais;
  • Em caso de desastres naturais, por decreto;
  • Casos específicos, definidos por decreto presidencial.

Fonte: www.jornalcontabil.com.br | 13/03/2020.

Nossa Localização

Av. Imperatriz Dona Tereza Cristina, 245
Jardim Guarani, Campinas - SP
(19) 3237.5724

Agendas Tributárias

  • 03/Abril/2020 – 6ª Feira.
  • ICMS | Refinador de petróleo e suas bases.
  • ICMS | Refinador de petróleo e suas bases.
  • ICMS
veja mais

Cotações e Índices

Moedas - 31/03/2020 16:34:42
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,193
  • 5,195
  • Paralelo
  • 4,430
  • 5,190
  • Turismo
  • 5,170
  • 5,480
  • Euro
  • 5,693
  • 5,697
  • Iene
  • 0,048
  • 0,048
  • Franco
  • 5,385
  • 5,393
  • Libra
  • 6,454
  • 6,460
  • Ouro
  • 268,540
  •  
Mensal - 04/03/2020
  • Índices
  • Jan/20
  • Dez/19
  • Inpc/Ibge
  • 0,19
  • 1,22
  • Ipc/Fipe
  • 0,29
  • 0,94
  • Ipc/Fgv
  • 0,59
  • 0,77
  • Igp-m/Fgv
  • 0,48
  • 2,09
  • Igp-di/Fgv
  • 0,09
  • 1,74
  • Selic
  • 0,38
  • 0,37
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 5,09
  • 5,57
  • TR
  • -
  • -
Nosso Endereço
Av. Imperatriz Dona Tereza Cristina, 245
Jardim Guarani, Campinas - SP

(19) 3237.5724